Tumores Urológicos

Os Tumores Renais podem ser de diversos tipos, sendo a
maior parte (cerca de 85%) representada pelo adenocarcinoma (maligno).

Você deve saber primeiro que…

Tumores Renais

Os Tumores Renais podem ser de diversos tipos, sendo a maior parte (cerca de 85%) representada pelo adenocarcinoma (maligno).  Acredita-se que o tabagismo, a exposição a agentes químicos, dieta gordurosa e fatores genéticos sejam os responsáveis pelo início da doença.

Os sintomas mais comuns são sangramento e dor, mas ocorrem  na maioria das vezes quando a doença já está avançada. Em muitos casos a descoberta é por acaso (exames de rotina – USG/tomografia).

O tratamento, na maioria das vezes, é cirúrgico e o resultado final depende do tamanho do tumor, de sua agressividade e extensão local. As chances de cura são maiores em tumores com menos de 4 cm de diâmetro, em média.

Tumores na Bexiga

São tumores de maior incidência na população, acometendo 3 a 5 vezes mais homens, principalmente acima dos 50 anos.  O principal agente relacionado ao surgimento do tumor é o tabagismo.

  • O sintoma mais comum é o sangramento indolor na urina.
  • A principal característica desses tumores é sua recorrência.
  • Em cerca de 80% dos casos, quando descobertos ainda estão restritos a bexiga.
  • O diagnóstico é feito pela ultrassonografia e endoscopia da bexiga.
  • O tratamento dos tumores numa fase inicial é através de raspagem das áreas acometidas. Quando esses tumores crescem e invadem tecidos mais profundos, pode ser necessária a retirada da bexiga.
Tumores de Testículo

Representam cerca de 1% de todos os tumores masculinos e acomete principalmente  homens entre 15 e 40 anos. São agressivos, de rápido crescimento, porém com altas taxas de cura quando operados e retirados precocemente. Um dos principais fatores de risco são testículos “não descidos “ ou criptorquídicos ao nascimento.

A detecção geralmente é feita pelo próprio paciente, através do auto exame, ao perceber um aumento rápido e indolor do volume do testículo. Além disso o ultrassom e exames de sangue auxiliam no diagnóstico.

O tratamento é feito pela cirurgia, radio e quimioterapia.

Tumores de Pênis

Doença rara em países desenvolvidos e frequente em países mais pobres, com destaque para região nordeste do país (local de grande incidência).

Os fatores de risco mais comuns são infecções crônicas, má higiene da região peniana e tabagismo. O diagnóstico é basicamente clínico, o tratamento é cirúrgico e deve ser precoce.

Não espere para cuidar da sua saúde!

Agende sua visita via whatsapp (47) 98497-0720 ou fone (47) 3432-2020.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

WhatsApp