4 Questões que todo homem deve saber sobre Câncer de Próstata

 em Câncer de Próstata, Novembro Azul, Novembro Azul 2018

O Novembro Azul é um mês dedicado a informação e prevenção sobre o segundo tumor maligno que mais atinge homens no mundo: o câncer de próstata.

Isso ocorre pois, apesar de comum, o câncer de próstata quando diagnosticado precocemente tem altas taxas de cura e seu tratamento é menos complexo, dando maior qualidade de vida ao paciente.

Nenhum homem está livre de desenvolver um câncer de próstata, mas estar preparado para diagnosticar, prevenir ou tratar é a maneira mais certa de cuidar da própria saúde.

Listamos quatro coisas que todo homem deve saber sobre o câncer de próstata, algumas informações que podem mudar drasticamente a forma de encarar a doença. Confira!

 

  1. Por que câncer de próstata causa tantas mortes?

A principal causa de morte quando se trata de câncer de próstata é o diagnóstico tardio. Essa doença é considerada “silenciosa” em seus estágios iniciais, ou seja, não apresenta sintomas. No entanto, a falta de monitoramento de grande parte dos homens faz com que a busca por um médico só aconteça quando surgem os sintomas – e assim, o tumor já está em estágio avançado e seu tratamento é mais delicado. É importante saber que o quanto antes o câncer de próstata for diagnosticado, maior é a chance de cura para ele.

 

  1. Quais as chances de ter câncer de próstata?

Todo homem tem chances de ter câncer de próstata, por isso é recomendado que a partir dos 50 anos seja realizado anualmente o exame preventivo.

Existe algo que chamamos de “fatores de risco”, que são características que mostram uma predisposição ao câncer de próstata. Algumas delas são histórico familiar de câncer de próstata, obesidade, alto consumo de carne vermelha e tabagismo. Neste caso, se o homem se enquadra em algum fator de risco, pode buscar orientação médica a partir de 45 anos.

  1. Por que os exames de PSA e toque são fundamentais?

Existem muitas dúvidas sobre os exames necessários para o diagnóstico do câncer de próstata. Mas é importante entender que ambos exames – PSA e toque retal – são fundamentais para rastreamento do câncer, e um complementa o outro.

O exame de PSA (Antígeno Prostático Específico) é realizado através da coleta de sangue, onde se avalia os níveis que podem indicar uma inflamação na próstata. Porém, nem sempre a alteração no nível de PSA se restringe ao câncer (a dosagem também pode variar por motivos como Hiperplasia Prostática Benigna, prostatite ou até infecção urinária). Por isso, também é solicitado o exame de toque retal, que serve para avaliar o tamanho da próstata, permitindo identificar alguma alteração física na glândula.

Se houver a indicação de um câncer de próstata, então o médico poderá solicitar a biópsia para confirmar o diagnóstico.

  1. O que fazer para evitar o câncer de próstata?

A causa exata do câncer de próstata é desconhecida, portanto, não existe uma forma garantida de impedir a doença. O que se sabe hoje é que pessoas com hábitos de vida saudáveis apresentam menores riscos de desenvolver a doença.

Mais importante que isso, percebe-se também que homens com boa saúde e que buscam orientação do médico urologista ao longo da vida conseguem tratar a doença de modo mais tranquilo. Portanto, cuidar de si é fundamental para viver melhor.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

WhatsApp