Atenção: No verão os cuidados com cálculo renal devem ser redobrados!

 em Cálculo Renal

Você sabia que na época mais quente do ano observa-se um aumento de até 30% na incidência das “pedras nos rins”? 

Temporada de sol, férias e calor, muita gente aproveita para relaxar e se divertir, mas a saúde não pode ficar de lado. É justamente ao descuido com a hidratação e má alimentação que se deve nesta época do ano um aumento de até 30% nos atendimentos para cálculo na via urinária, as famosas “pedras nos rins”.

Com as altas temperaturas, as pessoas tendem a suar mais e o corpo elimina mais líquido. O consumo de álcool durante os momentos de lazer e as dietas com excesso de sódio como ingestão de alimentos industrializados, embutidos, proteína animal e carboidratos também são fatores que influenciam.

Neste contexto, sem a reposição adequada de líquidos, a urina torna-se muito concentrada em minerais como cálcio, e isso aumenta o risco da formação de cristais e cálculos.

Também vale destacar que em pessoas que já sofreram com pedras nos rins têm mais chances de voltar a desenvolver o problema.

O que são cálculos renais?

Os cálculos renais são extremamente comuns. Cerca de 15% das pessoas, em algum momento da vida, apresentarão “pedras nos rins” e aproximadamente 30% desses pacientes serão hospitalizados e submetidos a algum procedimento (extração cirúrgica ou fragmentação) para tratamento do quadro de dor ou infecção.

A cólica renal é ocasionada pela movimentação/migração do cálculo (pedra) pela via urinária, ocasionando sintomas como:

  • dores intensas
  • náuseas e vômitos
  • sudorese fria
  • inquietação extrema

O tratamento com analgésicos é fundamental e a investigação com exames como USG e tomografia nos permitem definir o tamanho e a localização desses cálculos, assim como programar o tipo de tratamento (clínico ou cirúrgico).

Em caso de suspeita de cálculo renal, converse com um Urologista!

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

WhatsApp